Os assassinos do cartão postal- James Patterson

Os assassinos do cartão postal- James Patterson
Faz alguns meses que terminei a leitura desse livro, que, acima de tudo, me chamou a atenção por ter como cenário principal a cidade de Estocolmo, na Suécia. Existe lugar mais lindo?
Apesar de famoso, eu nunca havia lido um romance de James Patterson. Li várias críticas e o conceito sobre o autor é bem diversificado. Romancista policial com histórias envolventes, basicamente, é como ele é visto no meio literário. E acrescento umas doses extras de “envolvente” por minha conta.
Poucas histórias já desmantelam os culpados logo de cara. Essa é uma delas. Já no primeiro capítulo sabemos quem é quem e o que eles fazem e a trama se desenrola na  tentativa de um detive particular de pegá-los. A narrativa é excelente, capítulos curtos e precisos, com algo acontecendo o tempo todo. Nada de romances melosos, nada de fatos mágicos do além, somente um contexto envolvido em um enredo contínuo e detalhes que dão um sentido cômico ao texto. Como a motivação do Jacob Kanon que, após ter a filha assassinada em uma viagem, passa a perseguir os vilões por diversos países da Europa, mesmo infligindo a jurisprudência e desafiando as autoridades locais.
Os assassinos matam por pura “arte” e enviam sempre um cartão à um jornalista da cidade, isso porque gostam do envolvimento da mídia, do jogo de esconder e da adrenalina de chegar tão perto e não ser pego. Em Estocolmo, Dessie Larsson é escolhida e passa a fazer parte, ativamente, das investigações. Como não se apaixonar por essa mocinha?
O autor é direto. Não sei em outros livros mas a característica de escrever somente o indispensável para envolver o leitor, levá-lo até a cena sem ter que descrever o desenho da cortina do banheiro do segundo andar.
Os personagens são cativantes,  envolve  o leitor com seu jeito direto de fazer as coisas, sejam os vilões, sejam os mocinhos.
A experiência de ler James Patterson foi aprovadíssima e outros livros do autor já entraram para minha lista. Vale muito a pena conferir essa leitura.

Postagens mais visitadas deste blog

Top 10 - Personagens Literários

Memórias do Heavy Metal - Mustaine

Não me esqueça